terça-feira, 22 de março de 2016

Giorgio Armani anuncia fim do uso de peles de animais


Coleção de inverno 2016  (Foto: Agência Fotosite)




Aplausos pra Giorgio Armani!
O estilista italiano anunciou nesta terça-feira, 22,  o compromisso de cessar o uso de peles de animais. A partir da temporada de inverno de 2016, todas as peças em coleções da Grupo Armani (Giorgio Armani, Armani Collezioni, Emporio Armani, AJ | Armani Jeans, AX | Armani Exchange, Armani Junior e Armani/Casa) serão livre de pele.
"O progresso tecnológico que foi feito ao longo dos anos nos permite ter alternativas válidas a nossa disposição que tornam o uso de práticas cruéis desnecessárias no que diz respeito a animais", disse Giorgio Armani em comunicado oficial. 
"O anúncio livre de pele do Armani deixa claro que os designers e os consumidores podem ter liberdade criativa e luxo sem apoiar a crueldade animal. Sr. Armani tem sido uma tendência no mundo da moda há décadas e este último anúncio é a prova de que a compaixão e inovação são o futuro da moda ", disse Joh Vinding, Chairman da Fur Aliança Livre, da qual a maison agora é membro. A mudança surge após anos de críticas contra o grupo - muitas delas vindas do PETA, que sempre lutou contra o uso de pele de coelho e outros animais sacrificados pelas grifes fashion. 

Outras top grifes que não usam pelo são Stella McCartney, Calvin Klein e Betsey Johnson. 

Glamour