quinta-feira, 17 de março de 2016

Ungendered: Zara lançou linha unissex. Mas não caiu nas graças de todos. C&A também cometeu o mesmo "erro".


A marca espanhola acaba de lançar uma linha de roupa que é para ele e para ela mas nem todos os clientes parecem felizes com o resultado final.


Apelidada de ‘ungendered’, ou ‘sem gênero’ ou ‘unissex’, a nova linha de roupa da Zara foi discretamente lançada sob a linha acessível da Zara – TRF – consiste em peças básicas do dia a dia, como t-shirts, camisetas de mangas e alças, jeans e tops.
linha inclui calças jeans que servem a eles e a elas, calças e calções estilo ‘fitness’, t-shirts, camisas largas e de capuz. As cores são também básicas e passam pelo branco, cinzento, preto ou azul-escuro.
A linha é pequena (cerca de dez peças) e as peças não ultrapassam os 50 euros ou 200 reais.
Bloggers e fashionistas mostram-se animados em relação à linha, no entanto vários clientes da marca por todo o mundo já caracterizaram estas peças unissex de “chatas” ou “sem graça”.
Apesar de concordarem com o conceito de roupa unissex, várias pessoas destacaram nas suas contas de Twitter que as peças são muito simples ou que são no fundo masculinas.








Depois da Zara agora é C&A que aposta em moda sem gênero


Agora a C&A – sem muita pretensão – lança a campanha Tudo Lindo e Misturado onde muitas pessoas aparecem nuas correndo para vestir peças de roupas aleatórias, e uma deles chama a atenção, por ser um homem usando vestido. Isso mesmo, de forma bem discreta, sem muito alarde, a marca traz uma campanha que prega a moda sem gênero, indo até além do que a Zara propôs, pois a marca espanhola trouxe apenas roupas teoricamente masculinas para a linha genderless, se mantendo numa zona de conforto e dividindo opiniões.
cea-tudomisturado01


No meio de tanta negatividade, chamou o que atenção foi essa vibe positiva e “nova” vinda de uma marca que não é conhecida pelas campanhas mais ousadas. O que tem a ver uma publicidade de uma grande rede com o momento atual? Esse é um dos papeis da moda: refletir seu tempo, trabalhar com os temas atuais, levar informações de comportamento, provocar e, é claro, alegrar, inspirar, embelezar, gerar auto estima nas comunidades ao seu alcance. Diversidade é um assunto novo? Nunca deveria nem ter sido, já que todos merecem respeito. Mas faz sentido uma grande rede abordá-lo e, literalmente, fazer propaganda de uma convivência respeitosa e de um estilo menos careta. Sim, nas fotos tem a jaqueta e o shorts jeans, mas a ideia por trás da imagem é incentivar as pessoas a expressarem suas vontades, inclusive de estilo. A campanha inclusive presa pela “mistura”, já dando uma ideia do que a marca quer passar. Alias essa campanha ficou linda, há tempos não via um visual tão legal na C&A.